Re-evolução…

Não é impressionante pensar em quanta coisa aconteceu na vida do ser humano ao longo desses milhares de anos? Com a comunicação então é ainda mais surpreendente. No começo do começo o homem desenhava nas paredes das cavernas em seus rituais da era pré-histórica. Mas para nós isso não foi suficiente. Até que o emissor desenhasse o que ele queria para ser entendido, o receptor já estaria de saco cheio de esperar e teria ido embora.

Alguém em algum lugar resolveu inventar as palavras e com o advento da escrita tudo ficou mais fácil, rápido e claro. Em 1455 Johannes Gutenberg aperfeiçoou a prensa e produziu a impressão do primeiro livro: a Bíblia.

Através dos tempos as pessoas foram adquirindo mais conhecimento e vontade de expor suas opiniões e idéias. Assim surgiu a imprensa, que depois de um tempo passou a não ser bem vista pela classe dominante, já que a classe dominada passou a questionar muitas coisas.

Mas o ser humano queria mais. Não adiantava ler a opinião de outros e não ter a chance de debater. A invenção do rádio pelo cientista italiano Guglielmo veio a calhar, já que o ouvinte passou a participar da programação. Acontece que o fascínio do homem pela imagem, que vem desde o tempo das cavernas, foi maior.
E então se cria a televisão no final da década de 20 nos EUA. Primeiro veio a TV em preto e branco. Depois teve a TV a cores, que juntando ao movimento e aos efeitos especiais faziam nossos olhos brilharem diante da telinha.

O cinema é mais antigo que a TV. Chegou em 1895 através dos irmãos franceses Louis e Auguste Lumière, que conseguiram projetar imagens durante a apresentação pública no Grand Café do boulevard des Capucines, em Paris. Mas a possibilidade de ter um cinema em sua casa fez da televisão um grande fenômeno de comunicação em massa.

Ah! Mas o ser humano queria ainda muito mais. A Internet foi desenvolvida durante a Guerra Fria com o nome de ARPANet com o objetivo de manter a comunicação das bases militares dos Estados Unidos. Mais tarde, os militares permitiram que cientistas pudessem trabalhar com essa invenção, que se tornou acessível às redes das universidades americanas e, posteriormente, passou para as universidades de outros países. Com o surgimento da World Wide Web, em 1991, o conteúdo da rede ficou melhor com a incorporação de imagens, sons e um novo sistema de localização de arquivos, possibilitando que cada informação pudesse ter um endereço que fosse encontrado por qualquer pessoa conectada, gerando assim a Internet que é conhecida por todos.

Ficou muito melhor poder juntar a imagem e o movimento com a interatividade. Eu posso postar um vídeo que será visto do Japão, ao qual essa pessoa pode me mandar uma mensagem instantânea dizendo o que achou. Ao mesmo tempo em que é algo global, passa a ser também algo individual. Agora o que mais se vê são os blogs, fotologs e outros programas que as pessoas usam como diários virtuais. Customizam do jeito que quer para ser um negócio único, criativo e com a cara do dono.

Hoje em dia o que mais vemos são aparatos tecnológicos. Celulares que tocam mp3, passam vídeo, acessam a Internet e ainda por cima fazem ligações. Casas inteligentes onde pelo comando da voz as luzes se acendem, as portas abrem e fecham, a água liga etc. Existem mais milhares de máquinas que foram inventadas para tornar a nossa vida mais prática e ociosa.

Às vezes fico com receio de que os robôs e as máquinas possam dominar o mundo. Será que um dia as “Roses” vão se rebelar? Porque tem algumas pessoas que querem colocar a chamada inteligência artificial. Desse universo meio Matrix tenho medo mas espero que isso não venha a acontecer, senão vai ser como um desenho que fizeram para uma oficina de comunicação quando estava fazendo faculdade em Goiânia. Era um homem sentando como um cachorro e vinham dois computadores dizendo: “Olha, fulano o novo humano que comprei.”

Por via das dúvidas tratem bem seus aparelhos eletrônicos. Digam bom dia, dê um beijinho. Se tem gente que conversa com as plantas porque não conversar com seu computador? Ainda mais com essa idéia de inteligência artificial é melhor prevenir do que remediar…

Texto escrito após assistir as palestras do 13º Encontro de Web Design. Eu recomendo!

Anúncios

Tags:, , , , , , , , , , , , ,

About Bárbara Gaia

Vivo no fantástico mundo digital e da redação publicitária. https://about.me/bngaia

5 responses to “Re-evolução…”

  1. jlou says :

    Amiga mas seus textos estão demais! Nossa…. Eu juro que assim que minha vida voltar ao normal irei ler texto por texto desde o início da criação do seu blog…. não é pq sou sua amiga naum mas tá demais isso aqui!Li rapidamente os anteriores tb…. tá profissa! rs….Ainda to meio “baqueada” sabe? Mas to voltando aos pouquinhos… Vou te add no meu blog!!!B-Júúúúúúú

  2. Pinho says :

    Po muito grande… parei no meio =p

  3. Beba, fume e filosofe... says :

    Olá Bábara!! Adorei seu blog. Li a matéria sobre a marcha da maconha, mas não deu tempo de ler tudo. o problema é que eu tenho até que atualizar o meu. Se quiser, fique à vontade e entre.é http://www.bardosfilosofos.blogspot.combeijão.

  4. says :

    Báááárbaraaa…mto legal seu blog…tu anda inspirada, hein?!rsGostei dos textos, virei aki sempre agora…BjossssVÁ

  5. Hugoleo says :

    O Pinho é uma bicha,… não liga pra ele não… po, ficou muito bom o texto cara… dá pra ver nítidamente que é um texto profissional =) de alguém pós-formado ^^ muito foda… depois vou ler os outros… comecei de cima pra baixo ^^ hahahabjão Gaia

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: