Deixem os blogs para quem sabe


Nem lembro mais da última vez que eu vi um blog/diário virtual. Eu, por exemplo, coloco aqui o que acho de mais interessante no mundo da comunicação por hobby. Mas faz um bom tempo que ser blogueiro virou uma profissão de verdade.


Pensando na profissionalização da coisa e no que seria necessário para alguém conseguir ganhar a vida com blog, Bruno Dulcetti e Edson Mackeenzy, do Videolog, estão a frente do BlogCampRJ. Para quem não sabe o BlogCamp acontece também em outros estados do Nordeste, Sul e Sudeste. Seu principal foco é o livre debate. Não tem essa de uma pessoa ficar na frente palestrando, abrir para algumas perguntas e acabou. O objetivo é a desconferência, como o pessoal responsável pela organização do evento defende. Um troca de ideias de verdade.

Esse ano o BlogCampRJ foi dividido em quatro arenas: conteúdo, tech, business e podcast. Rolou também várias oficinas legais. Eu fiquei na Arena Conteúdo e foram abordados os seguintes temas (bom, os que eu assisti): blogsfera social, midias sociais, produção de texto, música online e branded content.

Para falar de blogsfera social foi convidado Mário Brandão que tem um projeto chamado Donos de Lan House. Ele debateu sobre a importância das lan houses e o que ela pode acrescentar na vida das pessoas, principalmente as de baixa renda. Mário contou uma história muito bacana para exemplificar o que a inclusão digital pode transformar.

Um dono de lan house estava cansado do trabalho e viu em uma banca de jornal um concurso público para os Correios. Resolveu tentar e deixou todas as apostilas e provas anteriores no deskotop do computador. Um de seus funcionários viu e perguntou se podia trazer o irmão para estudar na lan house. O cara viu uma oportunidade e decidiu colocar em todas as máquinas material para concursos públicos. Tinha um homem que ficava lá todos os dias até o estabelecimento fechar. O dono perguntou se sua família não ficava preocupada dele passar tanto tempo lá. Ubirajara disse que não tinha família, nem casa. Era morador de rua. Viu pela internet o concurso para o Banco do Brasil, estudou e passou. Virou até notícia.

Quem falou sobre mídias sociais foi Vinícius Theodoro,coordenador de Mídias Sociais e Networking da Agência Frog. Ele deu 10 dicas de como usar bem as mídias socias:
1- Entenda de mídias sociais, comunicação, do seu cliente e do seu consumidor. (O famoso saiba o que você está falando e por onde e para quem você está falando).
2- Saber usar as redes sociais não quer dizer que você sabe trabalhar com redes sociais.
3- Não faça buzz apenas pelo buzz.
4- Saiba investigar: cruze dados, pesquise.
5- Seja ético e tenha jogo de cintura.
6- Sempre que possível encontre pessoalmente seus amigos. Troque opiniões e experiências.
7- Seu trabalho não é agradar o blogueiro. É falar do produto certo para o blogueiro certo.
8- Não existe fórmula do sucesso. Se você acha que seu cliente não precisa do Twitter não coloque essa ferramenta só porque tá na moda.
9- Fique sempre ligado em novos plugins.
10- Não compre opinião de um blogueiro.

Na parte de produção de texto Leonardo Luz, do blog Eu e Meu Ego Grande, também fez sua lista de sucesso:
1- Inspiração é pra poeta. Conheça, estude o assunto que você vai abordar.
2- Título é 80% do texto.
3- As pessoas leem o que elas se identificam.
5- Não seja muito formal nas palavras. Ainda mais na internet que exige agilidade.
6- Um bom texto é: 40% início, 10% meio e 50% final.
7- Quanto maior o post, menos atenção a pessoa tem (então já me ferrei….)

Então, seguindo a orientação do Leo vou encurtar meu post e deixar o link para a palestra do Leo Carbonell, planner da Selluloid AG, sobre Branded Content, porque ele falou desse mesmo assunto no Encontro de Blogueiros Publicitários, que aconteceu em agosto em São Paulo. Sobre o assunto Música Online, que foi debatido por Leonardo ‘Ock-Tock’ Paiva e Wallace Souza dou a dica para lerem Para Entender de Internet, precisamente a parte do Sérgio Amadeu sobre pirataria e Alexandre Matias, com o artigo Cultura de Remix.

Bom é isso. Até o próximo BlogCampRJ.
Anúncios

Tags:, , , , , , , , , ,

About Bárbara Gaia

Vivo no fantástico mundo digital e da redação publicitária. https://about.me/bngaia

One response to “Deixem os blogs para quem sabe”

  1. Deh Bastos says :

    que bom poder ler seu relato…não conseguir estar (presença ao vivo) no BlogCamp…valeu mesmo pelo link da historia do dono da Lan House e o morador de rua, fez meu dia melhor!Concordo que a gente tem que tomar mto cuidado pra não ficar 'patinando' na internet, "saber usar as ferramentas virtuais não significa que saiba usá-la".enfim… obrigada de verdade..tô te acompanhandooo kkkbjaum

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: