O futuro das agências no mundo web

Publicitários de outrora, não adianta reclamar e fazer cara feia para a era digital que já está mais do que estabelecida e fazendo parte do cotidiano. Há um tempão, diga-se de passagem. Sei que é duro aceitar a realidade porque era tão mais fácil a boa e velha fórmula de como veicular uma campanha: um filme de 30” na Rede Globo e mais uns anúncios de apoio em revista, jornal, rádio e quem sabe uma mídia exterior.

Vocês torceram, rezaram ou até fizeram desdém para a internet achando que seria mais uma moda passageira, tipo lambada. Mas ela é o mais puro rock’n’roll. Revolucionou, veio para ficar e ficou de vez.

O futuro das agências tradicionais no mundo web foi o tema de mais uma edição do Sou+Web, evento criado por Nino Carvalho (consultor em Estratégias e Inteligência de Marketing Digital) para discutir os novos cenários em rede e da rede.

O primeiro convidado foi George Acohamo, Diretor Interativo da DPZ. Em um tom de brincadeira, começou explicando que os publicitários hoje vivem uma crise de transtorno bipolar. Antes era só passar a mensagem ao consumidor e acabou. Hoje o público dá pitaco e os clientes também. Por isso ele diz que a força da DPZ é no conceito. Não há rótulos, se é uma agência tradicional ou digital. Até porque ele acredita que não existe mais “o digital” (como se fosse algo extra) porque tudo a nossa volta já é digital.

Segundo ele, o erro mais comum é pensar primeiro em TV e impresso para depois pensar em mídias digitais sem ao menos ver se seu público está vendo TV ou lendo jornal. Tá mais que provado que os jovens não veem TV como viam nos anos 90. Donas de casa entram na internet com muito mais frequência que se possa imaginar. As lan houses são um fenômeno nas classes C/D e lojas como Casas Bahia vendem computadores por um preço mais em conta.

Uma de suas frases que achei mais interessante foi que a velha guarda da propaganda não quer entender de internet mas em pouco tempo vai ter que se render. Em pouco tempo mesmo.
Depois veio a Miranda Rizzo, Diretora Executiva FSB PR Digital. Segundo ela temos que olhar para o todo, para a comunicação em si independente do formato. Temos que tirar o melhor do analógico e digital. Um não tem que matar o outro e sim acrescentar a sua mensagem. A busca do modelo que será mais adequado requer diálogo, observação, criatividade e credibilidade entre cliente e agência. Finalizou falando que temos que entender qual é o DNA e o que vale é modelo inteligente.
Por último veio Nick Ellis, do blog Digital Drops. Discutiu sobre a transparência das agências com os blogueiros e especialmente com o público quando se trata de falar de uma marca, produto ou criar alguma promoção usando as redes sociais ou através de um publieditorial em um blog. O relacionamento entre agência e blogueiros tem que ser diário, quase como um casamento para dar certo.
Citou um case dele para o Sportv. Ao realizar um monitoramento para descobrir o que estavam falando do canal, o resultado não foi positivo. Então donos de blogs sobre esportes foram “convocados” para um parceria, além do uso de mídias sociais como o Twitter e o Orkut. O resultado foi quase 60.000 followers no Twitter, 200 comunidades criadas e um pouco mais de 1 milhão de pessoas atingidas. Tudo no fair play.
Como diria a vinheta do Podbility: “Empresários, aprendam”. Eu acrescentaria: Publicitários, também.
Anúncios

Tags:, , , , , , , , ,

About Bárbara Gaia

Vivo no fantástico mundo digital e da redação publicitária. https://about.me/bngaia

One response to “O futuro das agências no mundo web”

  1. 15pra7 says :

    Parabéns pelo artigo @bngaia! Foi a 1°vez que fui ao evento #soumaisweb e adorei! Abraços!

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: