Plataformas Digitais

Terminou, na semana passada, o Seminário Interfaces Digitais Colaborativas, evento organizado pelo Laboratório Cultura Viva, da Escola de Comunicação da UFRJ em parceria com a Secretaria de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura. Durante os dias 7,8 e 9 de julhos vários assuntos relacionados à mídias móveis e digitais e como eles contribuem para a educação e cultura foram discutidos.

Assisti somente a uma parte do seminário no penúltimo dia, infelizmente. O tema foi as plataformas digitais. Todas as apresentações foram excelentes mas destacarei apenas algumas porque senão já viu: um post ultra mega super gigantesco.

Fabiana Bátholo, da Ericsson, falou sobre a importância das interfaces digitais. Começou ilustrando o que é uma interface. Segundo ela, a interface é o que possibilita o diálogo entre usuário e sistema, traduzindo a linguagem entre o humano (necessidade) e máquina (funcionalidade).

Com isso ela exemplificou que para se ter uma boa interface é necessário que o projeto seja harmônico em 5 partes: a ideia, o escopo, a estrutura, o esqueleto e a superfície. A ideia é o objetivo; o escopo, o conteúdo. Já a estrutura corresponde ao design de interação e arquitetura da informação; enquanto o esqueleto é o design de informação e navegação. Por fim a superfície é o que ela chamou para o design visual, o layout do site, blog, etc.

Fabiana complementou dizendo que a para a estratégia e o escopo é preciso pensar no mercado, usuário e tecnologia. A estrutura e a superfície é o foco do design que visa organizar, categorizar, criar os cenários e os protótipos. A superfície seria a validação, ou seja, a usabilidade, a função, formas. A parte que você entrevistaria as pessoas e veria se o projeto deu certo.

Claro que ela sabe que infelizmente ao criar um site ou blog em 99% das vezes o prazo para a elaboração é bem curto mas dentro do possível seria bom seguir esses passos para ter um resultado positivo.

Outra palestra interessante foi de Alexandre Freire, do CPqD, sobre solução de Web Semântica. Também começou explicando sobre o assunto principal da sua apresentação: semântica. Semântica é o estudo do significado das coisas e seus relacionamentos. Ele disse que o mundo on line precisa de semântica porque são 1.3 bilhões de pessoas conectadas mandando milhões de coisas a todo o momento.

Para ele hoje a web é uma geografia mal mapeada e não se consegue usufruir todo seu potencial de navegação. A solução para melhoria seria descrições mais legíveis para as máquinas além da tão conhecida e usada palavra-chave.  Com a web semântica se teria uma representação mais estruturada através de mecanismos padronizados que faria, uma pessoa ao digitar o que ela deseja achar, não precisar mais sair procurando entre as páginas de opções que os sites de buscas oferecem. Tem uma matéria no própria site da CPqD falando a respeito disso.

Para finalizar Ivo Correa, do Google Brasil, comentou como as plataformas digitais mudaram o modo de ver, ler, ouvir e produzir informação. Ele disse que a distribuição de cultura não está mais concentrada e centralizada por grandes empresas. Só para se ter uma ideia, 1 dia de trabalho na Rede Globo correspondem 1 minuto para o YouTube pelo volume de vídeos disponibilizados.

Também argumentou que nossa legislação não está preparada para essa nova realidade de compartilhamento e, principalmente, produção de conteúdo. Só resta aguardar como será o desfecho do Marco Civíl da Internet.

Com tantas opções de plataformas para vídeos, blogs, podcasts, videocasts, entre outros, qual o melhor então? De acordo com Ivo, o importante é deixar o usuário decidir e para isso a Google, com uma certa audácia diga-se de passagem, está com o projeto The Data Liberation Front, que vai deixar você migrar tudo que você têm na plataforma da empresa para outras plataformas. Existe um site oficial para você consultar. Ivo disse que o que o Google quer é abrir seus serviços e reconhecer o valor do que o usuário tem e faz. Vamos ver como isso vai se desdobrar.

Foi uma tarde/noite bastante proveitosa.

Anúncios

Tags:, , , , , , , , , , ,

About Bárbara Gaia

Vivo no fantástico mundo digital e da redação publicitária. https://about.me/bngaia

Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: